Política de Privacidade Como Anunciar
Dicas do Enxoval Quando Vai Nascer Seu Bebê na Capa Ver Todos
Filtrar por Semana de Gestação
Saúde da Mamãe
Você sabe tudo o que acontece no puerpério?

11 de novembro de 2019

Fase começa logo após o parto e se estende até a sexta semana depois do nascimento do bebê

Você sabe tudo o que acontece no puerpério?

Enquanto no pós-parto todas as atenções se voltam para o recém-nascido, muitos se esquecem que a mamãe está passando por intensas mudanças físicas e psicológicas em um curto espaço de tempo. É o chamado puerpério, que tem início logo após o parto e se estende, em média, até a sexta semana depois do nascimento do bebê, explica a ginecologista e obstetra Dra. Cristiane Silveira. A especialista listou a seguir algumas particularidades desse período para mamães e familiares entenderem melhor o que se passa com a mulher nesse período:

Fases
O puerpério é dividido em: puerpério imediato, até a segunda hora após o parto; puerpério mediato, da segunda hora até o 10º dia; e tardio, do 11º dia até o retorno das menstruações ou de seis a oito semanas nas lactantes.

Modificações físicas
O retorno do útero ao tamanho original já se inicia logo após a dequitação placentária, o que pode provocar dores tipo cólicas e é um importante mecanismo para prevenção de hemorragias. Já a vulva e a vagina podem se distender com a passagem do feto pelo canal de parto, no caso de parto normal, o que resulta em traumas da musculatura perineal. “A fisioterapia pélvica pré e pós-natal demonstra grandes benefícios para a reabilitação de tais lesões no pós-parto”, destaca a Dra. Cristiane. O sangramento pós-parto, também chamado de loquiação, é normal e tem duração média de quatro semanas, podendo se estender a oito semanas após o parto.

Peso
Aproximadamente metade do peso adquirido na gravidez é perdido nas seis semanas após o parto, entretanto muitas mulheres não retornam ao patamar anterior por causa de alguns fatores, como ganho de peso excessivo durante a gestação, idade materna e intervalo interpartal curto.

Emoções
A queda abrupta dos níveis hormonais pode provocar alterações de humor de curta ou longa duração. O chamado blues puerperal é transitório, caracterizado por insônia, tristeza, choro fácil e pode persistir por até duas semanas. Na grande maioria dos casos não é necessário tratamento. “Caso os sintomas persistam após duas semanas pode se fazer necessário o uso de antidepressivos a critério médico”, esclarece a Dra. Cristiane.

Sexo
A diminuição do interesse sexual é comum no puerpério. Isso é consequência do aumento dos níveis do hormônio prolactina – que está relacionado à produção do leite – e também à fadiga, cansaço e estresse. A diminuição da lubrificação vaginal é outra queixa comum, pontua a ginecologista. Segundo ela, é possível aliviá-la com o uso de cremes tópicos a base de estrogênio ou por tratamento com laser vaginal.

VAMOS COMPARTILHAR?

COMENTÁRIOS