Política de Privacidade Como Anunciar
Filtrar por Semana de Gestação
Saúde do Bebê
Testes que todo recém-nascido precisa fazer

4 de junho de 2018

O diagnóstico de doenças nos primeiros dias de vida do bebê permite intervenções clínicas precoces e proporciona tratamento adequado

Testes que todo recém-nascido precisa fazer

Testes do olhinho, da orelhinha, do coraçãozinho e do pezinho são exames que o recém-nascido deve fazer nos primeiros dias de vida, muitos ainda na maternidade. “O diagnóstico de doenças nos primeiros dias de vida do bebê (fase assintomática) permite intervenções clínicas precoces e proporciona tratamento adequado”, ressalta a pediatra e neonatologista Dra. Rafaela Martins Maia, que, a seguir, detalha os procedimentos. Confira:

Teste da Orelhinha: é recomendado que o bebê realize antes da alta da maternidade. Esse exame é realizado por um fonoaudiólogo por meio de um aparelho que emite um som (clique) e detecta se a orelha do bebê foi capaz de recebe-lo e transmiti-lo ao cérebro. Os recém-nascidos que apresentam algum fator de risco para perda auditiva, por exemplo prematuros, asfixiados ou com história familiar para surdez, devem além de realizar o Teste da Orelhinha ser encaminhados pelo pediatra, após o nascimento, para realização de uma avaliação audiológica mais completa.

Teste do Olhinho: também recomendado antes da alta da maternidade, esse exame é realizado pelo pediatra com o auxílio de um oftalmoscópio. O teste é considerado normal quando os dois olhos apresentam um reflexo vermelho brilhante. Pontos pretos, assimetria ou a presença de reflexo branco (leucocoria) indicam a necessidade de avaliação mais cuidadosa que deve ser realizada por um oftalmologista.

Teste do Pezinho: consiste em obter e analisar uma pequena amostra de sangue coletada do calcanhar do recém-nascido para diagnosticar doenças metabólicas, infecciosas, congênitas e/ou genéticas. Este exame dever ser realizado após 48 horas do nascimento, para diminuir as chances de falso positivo e assim aumentar a eficácia do teste. O Teste do Pezinho básico é obrigatório, gratuito e está disponível em todos os Estados. Ele pode detectar seis doenças: hipotireoidismo congênito, fenilcetonúria; anemia falciforme; deficiência de biotinidase, fibrose cística e hiperplasia adrenal congênita. Existem outros testes mais abrangentes (teste do pezinho plus e master, por exemplo) que detectam um número maior de doenças, mas são pagos.

Teste do Coraçãozinho: este exame detecta a presença de cardiopatias congênitas críticas, doenças essas em que as manifestações clínicas, incluindo a cianose, se tornam mais evidentes apenas após o segundo dia de vida, por isso poderiam passar despercebidas durante o internamento na maternidade. O diagnóstico precoce dessas situações melhora o prognóstico e diminui a morbi-mortalidade. Caso o teste seja alterado, após a confirmação, impede-se a alta hospitalar e indica-se a realização de um ecocardiograma.

VAMOS COMPARTILHAR?

COMENTÁRIOS