Política de Privacidade Como Anunciar
Dicas do Enxoval Quando Vai Nascer Seu Bebê na Capa Ver Todos
Filtrar por Semana de Gestação
Saúde do Bebê
Pneumonia mata uma criança menor de 5 anos a cada 39 segundos

13 de novembro de 2019

Saiba o que você pode fazer para prevenir a doença

Pneumonia mata uma criança menor de 5 anos a cada 39 segundos

Uma epidemia esquecida. Assim a Unicef, a agência da ONU para a Infância, e outras cinco organizações, incluindo a ONG Save the Children classificaram a pneumonia. Em 2018, a doença respiratória matou uma criança de menos de 5 anos a cada 39 segundos, segundo comunicado das entidades emitidos na última terça-feira (12), data em que celebra-se o Dia Mundial da Pneumonia, uma data criada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2009, para aumentar a conscientização e prevenção da doença.

Ao todo, mais de 800 mil crianças dessa faixa etária morreram no ano passado, vítimas da infecção. A maioria das mortes afeta crianças de menos de dois anos, sendo que 153 mil delas faleceram em seu primeiro mês de vida. No Brasil, segundo dados do Ministério da Saúde, apenas em 2018, mais de mil óbitos de pneumonia foram registrados em bebês e crianças de até quatro anos, sendo uma das principais causas de morte infantil no país.

Por isso, é essencial ficar atento a alguns sintomas que podem sugerir essa doença, como febre alta e persistente, falta de ar, chiado no peito, tosse persistente e gemência. A intensidade da doença varia de leve a muito grave, dependendo de quem está causando a pneumonia e outros detalhes ligados às condições do doente.

Fique atenta a algumas informações importantes sobre a doença:

O que é
A pneumonia é uma infecção nos pulmões provocada por bactérias, vírus ou fungos. A bactéria Streptococcus pneumoniae (ou pneumococo) é o agente causador de doenças pneumocócicas e é responsável por 60% dos casos de pneumonia.

Transmissão
A bactéria (pneumococo) pode ser facilmente transmitida através da tosse, espirro ou por objetos contaminados de pessoas que contraíram a doença ou que estão com a bactéria, mesmo não apresentando sintomas.

Sintomas
Os principais sintomas de uma pneumonia aguda são tosse constante, febre, gemidos por causa de problemas respiratórios, dificuldade para se alimentar, apatia, prostração, e aumento da frequência respiratória. As crianças que manifestarem esses sinais devem ser levadas para atendimento médico imediato para tratamento adequado.

Prevenção
A forma mais eficiente de prevenir as doenças pneumocócicas em crianças é com a vacinação. O Calendário de Vacinação do Programa Nacional de Imunizações (PNI) recomenda a administração de duas doses da Vacina Pneumocócica 10-valente (conjugada) idealmente aos 2 meses e aos 4 meses de idade e uma dose de reforço aos 12 meses. Já a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) e a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) recomendam a vacinação contra a doença pneumocócica em um esquema de três doses – 1ª aos 2 meses, 2ª aos 4 meses e a 3ª aos 6 meses de idade – e uma dose de reforço entre os 12 e 15 meses de idade.

Além da vacinação, outras formas de prevenção da doença em crianças são: lavar as mãos regularmente, garantir uma nutrição saudável, não compartilhar mamadeiras, copos e utensílios de cozinha e beber água potável.

Diagnóstico
Na suspeita de pneumonia, o pediatra geralmente solicita radiografia de tórax, que é um exame simples e capaz de detectar essas pneumonias atípicas. Em algumas situações são necessários exames de sangue, como o hemograma e a proteína C reativa, que podem indicar se a infecção é bacteriana ou viral.

Tratamento
Bacterianas ou virais, as pneumonias devem ser tratadas com antibióticos. Mas as virais podem precisar do suporte de oxigênio, bronco dilatadores e anti-inflamatórios.

O pulmão precisa ser fortalecido com tratamentos específicos para cada criança e que a inalação, fisioterapias respiratórias e alimentação saudável são algumas das armas usadas, com exceção dos recém-nascidos

 

Leia também: 

É mesmo pneumonia?

 

Com informações do site Pais e Filhos

VAMOS COMPARTILHAR?

COMENTÁRIOS