Política de Privacidade Como Anunciar
Filtrar por Semana de Gestação
Saúde da Mamãe
Os sentimentos comuns durante a gravidez

12 de Abril de 2019

Psicóloga fala das emoções vividas intensamente na maternidade

Os sentimentos comuns durante a gravidez

A maternidade pode mudar suas emoções. Ao longo da vida, as mulheres exercem diversos papéis mas nenhum se mostra tão marcante quanto ser mãe. Isso traz desafios, muitas mudanças nos sentimentos e dificuldades em lidar com eles. A psicóloga clínica e palestrante Dra. Janaina Milagres elenca a seguir as emoções vividas intensamente na maternidade, a partir de relatos de suas pacientes.

Medo
“No parto, eu estava plena, calma e serena. Nos meses seguintes, eu não desgrudava do meu bebê. Ele era só meu. Eu estava entregue a ele 24 horas por dia com tanta intensidade! Eu conheci um amor eterno, constante e imensurável. Passei a ter medo da morte. Passei a ser mais tolerante e a perdoar com mais facilidade. Desenvolvi uma paciência que eu não tinha. Passei a ver minha mãe com outros olhos, com a real reverência que as mães merecem. Passei a amar a minha vida.”

De medos menores a mais complexos, esse sentimento pode ser esmagador para algumas mães nos estágios iniciais da parentalidade. “O mais importante é que ele seja escutado porque muitas vezes o medo que poderemos ter na maternidade é decorrente de algumas questões emocionais vivenciadas que se transformaram em feridas e em sofrimento”, explica a psicóloga.

Solidão
“Sozinha eu não dava conta dos meus dois filhos. Isso era algo que me incomodava muito. Assim foi o primeiro ano, ou talvez os dois primeiros anos, muito cansaço, muita preocupação, mas um amor que até hoje ainda não sei explicar. Após os dois primeiros anos parece que as coisas entraram nos eixos e foi quando eu sinto que comecei de fato a viver a vida de mãe! Já dava conta de ficar sozinha com os dois meninos. Isto me deu um sentimento de conforto emocional. Entendi que nas crianças tudo são fases e vai passar.”

Na maternidade, a solidão vem acompanhada de insegurança e baixa autoestima. “Sentir solidão não é necessariamente sobre estar sozinho, seria uma percepção de estar sozinho e isolado”, analisa a Dra. Janaina.

Amor
“Maternidade é uma aventura. Um misto de emoções. Mas o principal é o amor que nasce junto com a maternidade.”

A maternidade é uma época cheia de emoções positivas e negativas. A psicóloga explica que os sentimentos se transformam em negativos porque diversas vezes as mulheres não sabem lidar sozinhas com a maternidade. “Para encarar a maternidade é preciso autoconhecimento para caminhar de uma forma saudável por todo esse processo de mudança. Não tenha vergonha de buscar ajuda”, orienta.

VAMOS COMPARTILHAR?

COMENTÁRIOS