Política de Privacidade Como Anunciar
Filtrar por Semana de Gestação
Saúde do Bebê
Odontopediatra e pais: por que essa parceria é tão importante?

22 de junho de 2018

Além dos cuidados que os pais devem ter com a dieta e higienização bucal de seus filhos, é necessária a visita periódica ao odontopediatra

Odontopediatra e pais: por que essa parceria é tão importante?

Dar exemplo!” Os pais sabem que este é o grande segredo para educação dos filhos, já que seus comportamentos e hábitos serão referências para eles. É dessa forma que os pais têm um papel-chave na educação dos pequenos também nas questões referentes à saúde, pois já é comprovado que os padrões comportamentais aprendidos durante a primeira infância, ou seja, até 7 anos de idade, permanecem fixados e resistentes a mudanças. “Sabendo disso, é que o odontopediatra se preocupa em orientar os pais o quanto antes, até mesmo antes de o bebê nascer, durante o pré-natal odontológico, através da ondotologia intrauterina”, ressalta a odontopediatra Dra. Sílvia Helena Spechoto.

Segundo ela, essa orientação se baseia em informações relativas à alimentação saudável, medidas de higiene e comportamento dos pais, que serão determinantes na saúde bucal dos filhos. “Uma criança que presencia os pais escovando os dentes, usando fio dental, tendo uma boa dieta, encontra-se num ambiente familiar propício para adquirir bons hábitos, pois a primeira forma de aprendizagem da criança é a imitação”, explica.

Atitudes aparentemente simples como essas devem fazer parte do cotidiano da família. Mas são apenas o primeiro passo. Além dos cuidados que os pais devem ter com a dieta e higienização bucal de seus filhos, visando prevenir a cárie e a doença gengival, é necessária a ação de um odontopediatra.

“O profissional irá introduzir a criança no consultório de forma que ela o reconheça como amigo. Avaliará se existe alguma anormalidade na cavidade bucal e a necessidade de tratamento, por isso o ideal é que a primeira visita ao odontopediatra seja feita ainda bebê”, orienta a Dra. Sílvia Helena. E acrescenta: “Os pais serão orientados em todos os aspectos, inclusive psicológicos, de como conduzir as visitas ao consultório, fazendo com que elas sejam um momento de interação entre pais, criança e profissional.”

Começa aí uma parceria que vai garantir a saúde bucal do seu filho: os pais e o odontopediatra numa via de mão dupla. “Hoje, pais como vocês, ávidos de conhecimentos para o desenvolvimento de um novo pensar, fazem toda a diferença, pois nenhum odontopediatra pode fazer pelos seus filhos o que vocês podem!”, aconselha.

 

Leia mais: 10 erros das mamães sobre os cuidados com os dentinhos dos filhos

Leia mais: Tire suas dúvidas sobre a saúde bucal da criança!

Leia mais: Cuide da saúde bucal do bebê

Leia mais: Cuidando dos dentes da criança

VAMOS COMPARTILHAR?

COMENTÁRIOS