Política de Privacidade Como Anunciar
Filtrar por Semana de Gestação
Saúde da Mamãe
Mitos e verdades sobre o pós-parto

6 de dezembro de 2019

No puerpério mulheres precisam ficar mais atentas à própria saúde

Mitos e verdades sobre o pós-parto

Depois de nove meses de espera, ou às vezes um pouco antes, é chegada a hora da mãe ver a carinha do bebê, que só conhecia pelas imagens do ultrassom. Nessa fase, a atenção ao recém-nascido é essencial, mas nos primeiros 42 dias após o parto, conhecidos como puerpério, as mulheres também precisam ficar atentas à própria saúde para não entrarem nas estatísticas dos serviços de emergências dos hospitais. Pesquisadores da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, descobriram, ao longo de oito anos de pesquisas com 26 mil mulheres, que as mães não fazem o devido acompanhamento médico no pós-parto. E no Brasil, a realidade não é diferente. Mas não vai ser por falta de informação que você vai cair nessa estatística. O ginecologista e obstetra Dr. Domingos Mantelli listou os principais mitos e verdades sobre o pós-parto. Confira:

1 – A vagina aumenta depois do parto?
Mito. A vagina tem uma certa elasticidade e se alarga para a passagem do bebê, mas pouco a pouco volta ao normal.

2 – No pós-parto, a lubrificação vaginal diminui?
Verdade. Com a elevação da prolactina devido à amamentação, a tendência é haver uma secura vaginal no pós-parto, o que pode dificultar as primeiras relações sexuais depois do parto, mas isso pode ser facilmente corrigido com lubrificante. Após a amamentação, tudo tende a voltar ao normal.

3 – Depois do parto normal, o períneo perde pelo menos 50% da força muscular?
Mito. Não podemos dizer que o períneo perde 50% da força muscular porque isso é muito variável. A força muscular só vai ser perdida se houver lesão de fibras musculares e isso não ocorre em todos os partos. Para os casos em que se perde a força do períneo é possível recuperar com fisioterapia pélvica, alguns exercícios específicos para esse tipo de musculatura e, em último caso e dependendo do grau da lesão, com cirurgia.

4 – É comum sentir dor na relação sexual depois do parto?
Verdade. Após o parto, tanto no normal quanto na cesárea, a mulher tende a ter um pouco mais de dor, até pela lubrificação diminuída devido à elevação da prolactina e à amamentação. A tendência é pouco a pouco a mulher ir se adaptando e voltar às condições normais. Às vezes, a mulher que teve cesariana pode sentir um pouco mais de dor do que aquela que fez o parto normal, já que o pênis pode mexer no útero na hora em que encosta no colo do útero e dar um pouco mais de incomodo pélvico, pois houve uma cirurgia com cortes e cicatrizações.

Leia também: Cuidados ginecológicos que toda mulher deve ter no pós-parto

Assista:

VAMOS COMPARTILHAR?

COMENTÁRIOS