Política de Privacidade Como Anunciar
Filtrar por Semana de Gestação
Beleza da Mamãe
Lipoaspiração ou Abdominoplastia? Descubra qual é a indicada para você!

1 de dezembro de 2017

Esclareça suas dúvidas com a cirurgiã plástica sobre esses dois procedimentos

Lipoaspiração ou Abdominoplastia? Descubra qual é a indicada para você!

Após uma ou mais gestações, uma das regiões que mais incomodam as mulheres é a barriga. Flacidez e gordurinhas sobrando são comuns quando alimentação equilibrada e atividade física não conseguem mandar embora esses problemas. Então, muitas mulheres encontram na cirurgia plástica a ajuda que precisavam. Procedimentos como lipoaspiração e abdominoplastia são os indicados para eliminar a gordura do abdômen, mas você sabe em quais casos cada um é recomendado? Esclareça suas dúvidas sobre esses dois procedimentos, a seguir, com a cirurgiã plástica, especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, Dra. Larissa Oliveira:

Quais as indicações da lipoaspiração?

A lipoaspiração é um procedimento cirúrgico indicado para pessoas que têm um acúmulo de gordura localizada que não conseguem eliminar por meio da combinação de dieta e exercícios físicos. É importante ressaltar que a lipoaspiração não é um método de emagrecimento. Portanto, indivíduos com áreas de gordura no corpo, mas que se exercitam regularmente, são os melhores candidatos a este procedimento, pois seu objetivo é melhorar o contorno do corpo.

E as indicações da abdominoplastia?

A cirurgia plástica do abdômen pode ser feita quando existe acúmulo de pele e flacidez apenas na barriga, sem que haja excesso de gordura. O quadro geralmente aparece depois de gestações ou quando o paciente apresenta grande perda de peso. O procedimento reaproxima a musculatura abdominal afastada na gestação ou no ganho de peso. Também não é um método de emagrecimento. O procedimento tem apenas o objetivo de remodelar a região abdominal, sendo eficaz para pessoas que estão em boa forma, mas que têm aquela barriguinha saliente.

Os dois procedimentos podem ser associados em uma só cirurgia?

Sim. É possível fazer a associação das duas técnicas. Chamamos esse procedimento de lipoabdominoplastia. Primeiramente, é realizada a lipoaspiração, para a retirada da gordura dos lados (flancos) e do abdômen. Isso faz com que a flacidez existente piore. Porém, logo depois, na mesma cirurgia, faz-se a abdominoplastia, com retirada da pele em excesso e correção da cinta muscular.

Para aquelas mamães que desejam retirar as estrias do abdômen, a abdominoplastia pode ser a solução?

De certa forma, sim. A abdominoplastia irá retirar as estrias que estão na região abaixo da cicatriz umbilical, juntamente com a pele e gordura que serão removidas.

Existe alguma contraindicação para a realização desses procedimentos cirúrgicos?

Cada cirurgia tem que ser muito bem indicada. Para isso, é fundamental que a paciente procure um cirurgião plástico membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. O cirurgião irá avaliá-la e, então, indicar o procedimento mais adequado para determinada situação. As contraindicações que podem existir são as condições físicas e clínicas da paciente, indispensáveis para a realização da cirurgia plástica, e que serão avaliadas por meio dos exames pré-operatórios.

 

Como são feitas

 

Abdominoplastia: nesse procedimento, o cirurgião plástico repara e sutura os músculos enfraquecidos e remove todo o excesso de gordura e pele da área, por meio de uma incisão na região entre a barriga e o púbis. No caso de mulheres que se submeteram ao parto cesáreo, é possível, inclusive, aproveitar o local da incisão e incorporar a nova cicatriz à anterior.

Lipoaspiração: nessa cirurgia, uma cânula é inserida através de incisões para sugar o excesso de gordura, utilizando um controlado movimento de vaivém. A gordura deslocada é, então, aspirada para fora do corpo, utilizando um aspirador cirúrgico ou seringa ligada à cânula. A melhora do contorno corporal será aparente quando o inchaço e a retenção de líquido diminuírem.

 

Antes de se submeter a uma dessas cirurgias:

 

• Escolha um profissional capacitado para tal procedimento (no site da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica podemos encontrar os profissionais certos);

• O hospital onde será realizada a cirurgia deve ter todos os equipamentos de segurança necessários. Observe isso na escolha;

• Esclareça todas as expectativas e dúvidas na consulta médica (não esconda dados extremamente importantes, como uso de medicações, doenças pregressas próprias ou de familiares, uso de drogas, entre outros.);

• Faça exames médicos e clínico laboratoriais em locais de confiança;

• Se informe sobre o tempo que terá de ficar de repouso no pós-operatório para avaliar a sua disponibilidade.

VAMOS COMPARTILHAR?

COMENTÁRIOS