Política de Privacidade Como Anunciar
Filtrar por Semana de Gestação
Beleza da Mamãe
Lipo, abdominoplastia e outras soluções para o abdômen após a gestação

31 de outubro de 2018

Saiba em que casos esses procedimentos são indicados

Lipo, abdominoplastia e outras soluções para o abdômen após a gestação

Volume aumentado e excesso de pele. É assim que a sua barriga está após a gestação? E não apenas no pós-parto imediato, o que é perfeitamente normal, mas já se passaram meses e meses, você já voltou à atividade física, fez dieta e nada de ela “secar”. Felizmente, essa situação pode ser revertida com a ajuda da cirurgia plástica. Os procedimentos cirúrgicos utilizados para remover gordura e flacidez do abdômen são a lipoaspiração, a abdominoplastia e a miniabdominoplastia, aponta o cirurgião plástico membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, Dr. Fábio Silveira.

Em quais casos são indicadas a lipoaspiração, miniabdominoplastia e abdominoplastia?
Na maioria dos casos, as mulheres desejam melhorar a flacidez do abdômen e também o contorno corporal. Entretanto, cada caso deve ser avaliado pelo cirurgião plástico. A lipoaspiração, por exemplo, é indicada no caso de gordura localizada e para ser realizada a pele deve ter elasticidade preservada. A miniabdominoplastia é indicada para a paciente que tenha uma composição corporal normal, porém com pouco excesso de pele, e também para quem tem umbigo em posição mais elevada. Já a abdominoplastia é realizada quando a mulher apresenta maior flacidez e gordura na região do abdômen.

Lipo e abdominoplastia podem ser associadas em uma só cirurgia?
Sim. É possível fazer a associação das duas técnicas. Primeiramente, é realizada a lipoaspiração, para a retirada da gordura dos lados (flancos) e do abdômen. Logo depois, na mesma cirurgia, faz-se a abdominoplastia, com retirada da pele em excesso e correção da cinta muscular.

Para aquelas mamães que desejam retirar as estrias do abdômen, a abdominoplastia pode ser a solução?
De certa forma, sim. A abdominoplastia irá retirar as estrias que estão na região abaixo da cicatriz umbilical, juntamente com a pele e a gordura que serão removidas.

E a lipoaspiração a laser, como funciona?
A lipo a laser é indicada para pacientes que desejam remover gordura localizada e que possuam pequena flacidez na pele. O procedimento cirúrgico da lipo a laser é bastante parecido com o da lipoaspiração comum. A diferença consiste no fato de o laser produzir um efeito de retração leve na pele, consequentemente, levando a uma melhora da flacidez.

Qual é o diferencial da lipo a laser?
A grande vantagem do laser na lipoaspiração não está somente em destruir as células de gordura, mas nos efeitos que o laser provoca como: coagular os vasos, minimizando o sangramento; aquecer a pele por dentro, reestruturando mais o colágeno e diminuindo a flacidez.

Existe alguma contraindicação para a realização dessas cirurgias?
Cada cirurgia tem que ser muito bem indicada. Para isso, é fundamental que a paciente procure um cirurgião plástico membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. O cirurgião irá avaliá-la e, então, indicar o procedimento mais adequado para determinada situação. As contraindicações que podem existir são as condições físicas e clínicas da paciente, indispensáveis para a realização da cirurgia plástica.

Quando podemos ver os resultados desses procedimentos citados?
Com cerca de um mês ela já consegue notar diferenças. Porém, os resultados definitivos são vistos após, no mínimo, seis meses, que é o período de cicatrização da cirurgia.

O pós-operatório é doloroso?
O pós-operatório da lipoaspiração, assim como da abdominoplastia e da miniabdominoplastia, costuma ser tranquilo. A paciente pode sentir alguns desconfortos durante os primeiros dias, o que é bastante normal. Esse nível de desconforto varia de pessoa para pessoa.

É necessário fazer algum procedimento durante o pós-operatório para um resultado melhor?
A drenagem linfática ajuda na recuperação da paciente. A partir da primeira semana, com liberação do seu cirurgião plástico, a paciente pode iniciar a drenagem, que ajuda a diminuir o edema e promove uma sensação de bem-estar muito grande.

Após o parto, quais são as recomendações para a mamãe que deseja realizar uma cirurgia plástica?
Nos primeiros seis meses após o parto a preocupação da mamãe deve ser cuidar bem de seu bebê e de si mesma. Dedicar tempo ao filho, praticar atividades físicas, alimentar-se corretamente e hidratar bem a pele. Durante esse período, o corpo da mãe vai voltando a sua forma anterior à gestação. E caso ela tenha feito uma cesárea, irá se recuperar dela, afinal a cicatrização completa acontece com seis meses. Transcorridos esses seis meses, a mãe poderá procurar um cirurgião plástico para avaliá-la.

Caso a mãe engravide novamente, os resultados de qualquer um desses procedimentos cirúrgicos podem ser comprometidos?
Se a mulher engravidar novamente ela pode perder resultados, mas isso não é uma regra. Tudo vai depender do organismo e dos cuidados da paciente. Há alguns casos em que a mulher sente a necessidade de fazer o procedimento cirúrgico até para melhorar sua autoestima. Porém, o recomendado é a mulher que deseja ter filhos tê-los antes de realizar esses tipos de cirurgias plásticas.

VAMOS COMPARTILHAR?

COMENTÁRIOS