Política de Privacidade Como Anunciar
Filtrar por Semana de Gestação
Atualidades
Funcionários ficam presos em montanha russa durante testes no Mutirama

26 de agosto de 2019

Parque havia sido reaberto dia 26 de julho após acidente em brinquedo Twister com 13 feridos

Funcionários ficam presos em montanha russa durante testes no Mutirama

Quatro funcionários da prefeitura de Goiânia ficaram presos na montanha russa durante testes que estavam realizando no brinquedo no Parque Mutirama. O caso aconteceu no final da tarde de sábado, 24.

Os testes estavam sendo feito nos freios de emergência e um desses freios do carrinho travou deixando um homem e três mulheres presos a 25 metros de altura, na parte mais alta do brinquedo.

O corpo de Bombeiros foi acionado para fazer o resgate dos funcionários. Os militares colocaram uma escada e subiram para retirar as pessoas. Apesar do susto, ninguém se feriu.

O Parque Mutirama ficou fechado por quase dois anos após um acidente no brinquedo Twister que deixou 13 pessoas feridas, sendo 2 adultos e o restante crianças e adolescentes. No dia 26 de julho o parque foi reaberto, com entrada gratuita permamente anunciada pelo prefeito Íris Rezende.

De acordo com Urias Garcia de Oliveira Júnior, presidente da Agência Municipal de Turismo e Lazer (Agetul), responsável pela administração do parque, mesmo após a reabertura, a montanha-russa não entrou em funcionamento, pois ainda precisava passar por alguns testes, como o que ocorreu quando o carrinho parou.

“Estes testes são rotineiros e sempre são feitos quando o parque já não está aberto ao público, como ontem. Estava fazendo e um freio travou”, disse ao G1.

Segundo Urias esses testes são feito justamente para evitar acidentes. A previsão para reabrir a montanha russa, única ainda bloqueada no parque, era na próxima semana. Porém, depois desse incidente, o brinquedo deverá demorar mais para voltar a funcionar.

 

Leia Mais: Acidente em brinquedo deixa 11 feridos no Parque Mutirama, em Goiânia

VAMOS COMPARTILHAR?

COMENTÁRIOS