Política de Privacidade Como Anunciar
Dicas do Enxoval Quando Vai Nascer Seu Bebê na Capa Ver Todos
Filtrar por Semana de Gestação
Beleza da Mamãe
Estrias e flacidez pós-gestação: como prevenir e tratar?

25 de Maio de 2018

Conheça os melhores tratamentos para se eliminar ou amenizar esses problemas

Estrias e flacidez pós-gestação: como prevenir e tratar?

A gravidez é um momento lindo, mas com tantas mudanças no corpo muitas vezes é inevitável que a mamãe fique descontente com algumas consequências, como o aparecimento de estrias e aumento da flacidez. A boa notícia, conta a dermatologista Dra. Aline Somacal, é que é possível prevenir e tratar ambos os problemas, com resultados satisfatórios. Confira:

ESTRIAS
As temíveis estrias acometem em média 70% das gestantes e estão relacionadas a fatores genéticos, hormonais, sobrepeso e gravidez em idade precoce. “Evitar ganho excessivo de peso é o principal cuidado para prevenção! O uso de cremes hidratantes, de preferência os que contenham Centella Asiatica, pode também ter efeito protetor”, aponta a Dra. Aline.

Quando os “risquinhos” já apareceram, é importante que o tratamento dermatológico seja iniciado o quanto antes, pois na fase inicial a resposta é melhor. Produtos contendo ácidos já podem ser aplicados nos locais afetados após o parto, inclusive no período da amamentação. Mas os melhores resultados, afirma a dermatologista, são obtidos com a realização de procedimentos dermatológicos, como: Lasers Ablativos Fracionados (CO2, Erbium), Lasers Não Ablativos, Radiofrequência Fracionada (FRAXX), Microagulhamento e Subcision. “Esses procedimentos são pouco invasivos, sendo feitos com anestesia local, em sessões mensais com duração média de 30 minutos, sendo necessárias em média 5 sessões”, explica.

FLACIDEZ
A flacidez após a gestação ocorre devido à redução e desestruturação das fibras colágenas e elásticas que sustentam os tecidos, com consequente desabamento da pele e da musculatura. E geralmente vem acompanhada de celulite e gordura localizada. Para preveni-la, a Dra. Aline orienta que a mulher faça atividades físicas anaeróbicas, como a musculação, corretamente orientada, claro, e mantenha uma alimentação adequada.

Quanto aos tratamentos, há uma gama de procedimentos pouco invasivos que amenizam flacidez e celulite, tanto com aparelhos quanto com medicações injetáveis. Dentre os aparelhos, ela destaca: as Radiofrequências (Exilis Elite, Powershape, Vellashape, etc), Infravermelho, Ultrassom Microfocado (Accutyte, Ulthera), e o Laser Lipólise.

Em relação às substâncias injetáveis, há o famoso Sculptra® (ácido poli-L-láctico) e, mais recentemente, o Radiesse ® (Hidroxiapatita de cálcio). Essas substâncias – contraindicadas durante a gravidez e amamentação – são aplicadas, exclusivamente por médicos, em diferentes camadas da pele e estimulam a formação de colágeno. Podem ser usadas tanto para flacidez facial quanto corporal e amenizam também a celulite associada. Os resultados aparecem em poucas semanas e podem ser mantidos por até 3 anos.

VAMOS COMPARTILHAR?

COMENTÁRIOS