boletim

Na escola particular Hotel Escola Girassol, localizada em Ananindeua, Pará, não são só os filhos que ficam apreensivos no dia da entrega do boletim, os pais que vão conferir as notas dos filhos também recebem uma avaliação.

No dia em que tradicionalmente os pais vão à escola para pegar o boletim escolar e conhecer as “temidas” notas, receberam um modelo em que eles próprios eram avaliados pelos filhos.

Cada responsável recebeu uma nota com base em critérios que deveriam constar entre os direitos e deveres dos pais. As categorias de avaliação incluíam diálogo, compreensão, passeio em família, ajuda nas atividades da escola, presença nos eventos escolares, demonstração de carinho, estresse diário, bom humor e paciência.

Teve familiar recebendo nota vermelha. Em um dos boletins, num total de nove quesitos, um familiar conseguiu apenas três notas azuis. A nota mais baixa foi 1,0 no quesito “ajuda nas atividades da escola”, 2 em “paciência” e “passeio em família” e 3 em “diálogo” e “bom humor”.

O objetivo é promover uma reflexão por parte da família, explica a coordenação da instituição. E o resultado tem sido satisfatório. Os pais que recebem notas baixas acabam procurando a coordenação pedagógica para uma conversa e isso acaba aproximando a equipe pedagógica da família.

A ação, que já acontece desde 2017, integra o dia “F”, dedicado à presença das famílias na escola, e envolveu as turmas do sexto ao nono ano da instituição.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados *