Política de Privacidade Como Anunciar
Dicas do Enxoval Quando Vai Nascer Seu Bebê na Capa Ver Todos
Filtrar por Semana de Gestação
Beleza da Mamãe
É normal o cabelo cair tanto após o parto?

2 de julho de 2019

A perda dos fios se inicia cerca de 3 meses após o parto e pode se estender por muitos meses

É normal o cabelo cair tanto após o parto?

Logo após a gravidez, muitas mulheres experimentam um período desagradável de intensa queda capilar. A perda dos fios se inicia cerca de 3 meses após o parto e pode se estender por muitos meses, principalmente nas mulheres que amamentam.

“Durante a gravidez, por estímulo hormonal, os cabelos caem menos e costumam ficar fortes e com aspecto saudável. Com o parto, há uma mudança abrupta nos hormônios e uma grande quantidade de fios entra ao mesmo tempo na fase de queda, a fase conhecida como telógena, daí o termo eflúvio telógeno”, explica a dermatologista Dra. Anelisa Ruaro.
Segundo ela, além dos hormônios, outros fatores podem influenciar na queda de cabelos nesse período, como a anemia, a carência de certos nutrientes, alterações de tireoide, infecções, cirurgias, estresse emocional, entre outros.

“O eflúvio telógeno no pós-parto é fisiológico, ou seja, não é uma doença e não é uma causa de queda de cabelos irreversível. Geralmente é transitório, e em questão de alguns meses o cabelo volta ao seu ciclo de crescimento normal e a queda se estabiliza. Nos casos em que outros problemas concomitantes existem, a queda só irá cessar se houver um tratamento adequado”, ressalta a Dra. Anelisa.

Como prevenir ou tratar este tipo de problema? Como já dito, o quadro é natural e na maioria das vezes auto limitado. Recomenda-se manter uma alimentação saudável durante a gestação e amamentação, usar suplementos vitamínicos indicados pelo obstetra, e evitar outros possíveis fatores desencadeantes de queda capilar, como o estresse. No caso de anemia e outras doenças, um acompanhamento com o médico adequado se faz necessário.

Alerta
É importante notar que em alguns casos a queda de cabelos começa a se prolongar e gerar problemas, como falhas grandes no couro cabeludo e diminuição importante do volume dos fios. Pode haver uma piora do quadro em mulheres portadoras de Alopécia Androgenética, doença de padrão hereditário em que os cabelos ficam progressivamente mais finos, deixando áreas falhas no local. O parto pode também ser um fator desencadeante do início das manifestações da Alopécia Androgenética em mulheres com esta tendência.

Nesses casos, recomenda-se sempre a consulta com um dermatologista especialista na área, para que uma investigação completa seja feita e um tratamento adequado se inicie.

VAMOS COMPARTILHAR?

COMENTÁRIOS