Política de Privacidade Como Anunciar
Filtrar por Semana de Gestação
Saúde do Bebê
Quais as consequências da língua presa para o recém-nascido?

12 de Abril de 2019

Os problemas vão além da dificuldade na fala

Quais as consequências da língua presa para o recém-nascido?

Obrigatório desde 2014 em hospitais públicos e privados do Brasil, o Teste da Linguinha deve ser feito em até 24 horas depois do nascimento do bebê para detectar alterações no frênulo – membrana que liga a língua ao assoalho da boca -, também conhecido como freio lingual. O frênulo lingual curto, ou seja, com aquela pelezinha que fica embaixo da língua, prejudicando o movimento dela, pode gerar anquiloglossia, a popular língua presa.

Os problemas vão além da dificuldade na fala. No caso dos recém-nascidos, a linguinha presa tem sido uma das maiores causas de desmame precoce e pode acarretar também perda de peso no recém-nascido, já que ele não consegue fazer uma sucção adequada, e se cansa muito ao mamar. Outro problema da anquiloglossia relacionado à amamentação é o surgimento de fissuras na mama e dor durante a amamentação.

E o bebê pode ter dificuldades ainda ao passar para a papinha porque tem a deglutição prejudicada. Essa condição afeta cerca de 2.300 crianças a cada 10 mil nascimentos, de acordo com um estudo de 2013 da Universidade de São Paulo (USP). Chega a superar as patologias encontradas pelos Testes do Pezinho e da Orelhinha.

A frenectomia (remoção do frênulo lingual) e a frenotomia (pequeno corte e separação do frênulo lingual) são as técnicas mais conhecidas para o tratamento da língua presa, informa a odontopediatra Dra. Gabriela Lopes. Segundo ela, os procedimentos podem ser realizados pelo cirurgião dentista no próprio consultório.

“A frenotomia é o processo mais indicado para recém-nascidos, sendo um procedimento muito simples, tanto que depois da cirurgia já é ofertada amamentação ao bebê. A criança vai se adaptando aos movimentos adequados e consegue mamar com mais eficiência”, afirma a especialista, alegando que a própria mãe percebe, imediatamente, a diferença na sucção do recém-nascido. A especialista ressalta que se por algum motivo o Teste da Linguinha não foi realizado na maternidade, é possível fazê-lo no consultório do odontopediatra.

Complicações frequentes da língua presa
• Dificuldade para mamar;
• Perda de peso;
• Atraso no desenvolvimento ou crescimento;
• Problemas na fala ou atraso no desenvolvimento da linguagem;
• Dificuldade para introduzir alimentos sólidos na alimentação da criança;
• Risco de engasgamento.

VAMOS COMPARTILHAR?

COMENTÁRIOS