Política de Privacidade Como Anunciar
Filtrar por Semana de Gestação
Crescimento Infantil
Como o coaching parental pode ajudar os pais na criação dos filhos

18 de novembro de 2019

Profissional orienta a família pelo caminho mais saudável para a harmonia

Como o coaching parental pode ajudar os pais na criação dos filhos

Os pais estão cada vez mais perdidos com a quantidade de informações sobre como ser pai e mãe, estressados com a cobrança de criar filhos produtivos e excelentes para o mercado de trabalho cada vez mais cedo, inundados com mudanças sociais que não eram tão comuns na sua época… Enfim, tudo isso faz com que eles percam a referência de como agir enquanto educadores. É aí que o Coaching Parental entra!

Mas afinal, o que é isso? No início dos anos 2000, virou febre na televisão programas em que babás iam nas casas de famílias e ajudavam os pais e seus filhos com problemas de comportamento. As técnicas das “superbabás”, baseadas em recompensa e punição, pareciam mágica e ganharam a admiração do público. Por causa disso, quando ouvem a expressão “Coaching Parental” muitos pais acham que terão esse tipo de solução.

Mas a verdade é que esse sistema vai muito além de estabelecer uma receita pronta. “O trabalho do coach será estruturar os pais de acordo com os valores, propósitos e realidade de suas famílias. Com o Coaching Parental, os pais ganham o olhar de um profissional que irá ajudá-los a acessar seus próprios recursos e direcionar sua família para o caminho mais saudável”, afirma a coach de pais e filhos Samara Fernandes.

Dessa forma, o Coaching Parental não coloca os pais como sujeitos passivos na hora de decidir o que é melhor para sua própria família. Muito pelo contrário, os pais participam ativamente na construção desse caminho, aprendendo a confiar em suas capacidades como educadores e sem a necessidade de ter alguém dizendo “faça isso” ou “faça aquilo”.

“Por meio de ferramentas, técnicas e vivências o coach irá desenvolver todo o potencial dos pais como educadores, capacitando a construção de relacionamentos mais saudáveis. A ideia é trabalhar como um organizador de pensamento com foco em atingir os resultados esperados, ou seja, um ambiente saudável para o desenvolvimento do potencial tanto dos pais, como dos filhos “, explica Samara.

Como consequência disso, os pais se tornam mais conscientes sobre como o comportamento deles afeta a vida dos filhos. Dessa forma, conseguem administrar os conflitos familiares, numa comunicação que é mais fluída e menos agressiva. Além disso, a rotina da família passa a fazer sentido para todos. Fica mais fácil segui-la e mantê-la. “Por fim, a família passa a ter uma missão e um propósito em comum. Pais e filhos irão buscar juntos atingir seus objetivos, estabelecendo laços de confiança e vínculos afetivos sólidos.”

 

Leia também:

Como criar filhos de bom caráter?

 

E não deixe de assistir a este vídeo:

VAMOS COMPARTILHAR?

COMENTÁRIOS