Política de Privacidade Como Anunciar
Filtrar por Semana de Gestação
Saúde do Bebê
Como ensinar a criança que ninguém pode tocar no corpo dela?

20 de dezembro de 2018

Muitos pais ainda se sentem desconfortáveis para ensinar sobre a privacidade do corpo infantil

Como ensinar a criança que ninguém pode tocar no corpo dela?

Manter a criança longe de perigos é prioridade para os pais. Não falar com estranhos, não se aproximar do forno quente, não subir no parapeito da janela, olhar os dois lados antes de atravessar a rua são alguns dos conselhos mais comuns. No entanto, muitos ainda se sentem desconfortáveis para ensinar sobre a privacidade do corpo da criança para não sofrer abuso sexual.

Nunca é cedo demais para falar desse assunto. Não precisa ser uma conversa assustadora. Você pode criar uma historia, uma fábula, uma canção… Algo com a linguagem adequada para cada idade. Confira o que dizer:

1. Fale sobre as partes íntimas do corpo
Ensine a criança as palavras reais de suas partes do corpo. “Meninos têm pênis e meninas têm vagina”. Ensine que essas são partes íntimas e que são chamadas assim porque não são para que todos vejam. Explique que a mamãe e o papai podem até vê-los nus enquanto lhes auxiliam no banho e/ou na troca de roupa, mas nem o papai e nem a mamãe podem “fazer carícias ou cócegas” em suas partes íntimas. E esta regra continua para as as pessoas que não vivem com ela na mesma casa. Os adultos e os coleguinhas só devem vê-los vestidos. Explique ainda que o médico dela pode vê-la sem suas roupas, porque a pessoa responsável por ela estará lá com ela.

2. Ensine os limites do corpo
Diga a criança que não permita que ninguém toque em suas partes íntimas e que nenhuma pessoa pode lhe pedir que também lhe toque as suas partes privadas. O abuso sexual algumas vezes começa pedindo a criança para tocar nele ou em outra criança.

3. Fale para a criança que os segredos são ruins
A maioria dos abusadores dizem a criança para manter o abuso em segredo. Isso pode ser feito de uma maneira amigável, como “Eu adoro brincar com você, mas se contar a outra pessoa sobre o que fazemos, não vão me deixar voltar aqui” ou como uma ameaça – “Este é o nosso segredo. Se você contar a alguém, vou dizer que a ideia foi sua e você vai ter um grande problema”; “Sua mãe pode morrer atropelada se você contar o nosso segredo”. Diga a criança que não importa o que alguém lhe fale, segredos sobre tocar em partes do corpo são ruins. Deixe a criança saber que ele deve sempre lhe contar se alguém está tentando fazê-la manter segredos. Diga-lhe que você jamais ficará zangado com ela se ela lhe contar e jamais achará que ela teve culpa.

4. Diga a criança que ninguém deve fotografar suas partes íntimas
Esta é uma atitude muitas vezes não percebida pelos pais. Há muitas pessoas doentes, pedófilos que amam fotografar e negociar retratos de crianças nuas online. Esta é uma epidemia e coloca o seu filho em perigo. Se você falar somente sobre a segurança do corpo pode estar faltando um fator de risco. Explique a criança que ninguém deve jamais tirar fotos suas, seja como for, nuas ou não, a criança deve sempre pedir autorização aos seus responsáveis.

5. Faça uma lista das pessoas confiáveis
a criança precisa ter a certeza de quem ela pode contar. Quem são estas pessoas: o papai, a mamãe, a vovó, a professora? Que sejam. Mas vai ser muito importante para ela que os pais identifiquem estas pessoas deixando bem claro que a criança tem a quem recorrer, quem ela realmente deve confiar.

6. Nenhum adulto desconhecido pede ajuda à criança
Os pais devem esclarecer aos filhos que não existe essa história de um adulto desconhecido pedir ajuda para criança (seja na porta da escola, na pracinha, no playground…). Que fique bem claro na cabecinha delas: adultos não precisam de ajuda de criança, isso não existe. Adulto pede ajuda a outro adulto. Com isso em mente, as crianças não titubeiam em dizer não, mesmo que os pais tenham ensinado a elas que elas precisam ser gentis. Assim se alguém abordá-los dessa forma, elas jamais devem seguir ou acreditar nessa pessoa.

VAMOS COMPARTILHAR?

COMENTÁRIOS