Política de Privacidade Como Anunciar
Filtrar por Semana de Gestação
Saúde da Mamãe
Atividade física com responsabilidade na gestação

5 de agosto de 2019

Saiba o que fazer para não colocar seu coração em perigo

Atividade física com responsabilidade na gestação

A atividade física fazia parte da sua vida antes de engravidar? Se a resposta for afirmativa, ótimo, continue assim. Mas se você era sedentária, este é o momento certo para incluir exercícios físicos na sua rotina, e ter uma gestação mais saudável. A cardiologista Dra. Kécia Amorim ressalta que a atividade física praticada com responsabilidade na gravidez, entre outros muitos benefícios, ajuda a prevenir a hipertensão gestacional e, inclusive, é recomendada para grávidas cardiopatas, dependendo da cardiopatia. Para praticá-la com segurança, confira a entrevista com a especialista:

Toda gestante que deseja praticar atividade física deve fazer um check-up com cardiologista antes de começar?

Não. As gestantes que já faziam atividades físicas não precisam de avaliação prévia. As que irão iniciar o ideal é sim ser avaliada pelo cardiologista.

Que exames normalmente são pedidos nesse check-up?

Uso um protocolo da Sociedade Canadense de Fisiologia do exercício – PARmed-X – para gestação e atividade física, que traz uma lista de verificação de anamnese direcionada para avaliar gestantes que querem entrar em um programa de exercício pré-natal e para acompanhamento médico contínuo de gestantes que se exercitam. Por meio dele decidimos quais exames vamos realizar de forma individualizada.

Que tipo de atividades físicas são mais recomendadas para gestantes?

A caminhada é um ótimo exercício para grávidas. Feita nas condições ideais, pode proporcionar uma melhora no funcionamento cardiovascular e no fluxo sanguíneo do corpo, diminuindo, assim, os inchaços e o estresse.

O pilates é um dos exercícios mais indicados para as gestantes, por trabalhar os músculos e a respiração, fatores essenciais para que o parto seja mais tranquilo.

A natação e a hidroginástica são atividades indicadas, pois apresentam menor risco de lesões, devido ao impacto da água. Além de Inúmeros benefícios para a respiração da gestante, para os seus músculos e também para o seu relaxamento corporal. Basta ter cuidado com a temperatura da água que não pode passar de 31 graus. E o Ph da água deve ser monitorado afim de evitar infecções.

A Bicicleta ergométrica pode ser utilizada trazendo também os benefícios da atividade aeróbica, como melhora da capacidade cardiorrespiratória e da circulação coronariana (no coração) e nos membros inferiores (pernas – controle do inchaço), além do controle da pressão arterial e do perfil metabólico do paciente, que significa, na prática, a redução de triglicérides e da intolerância à glicose, assim como o consumo de gordura corporal (controle do peso).

A musculação não é um dos exercícios mais indicados durante a gravidez, pois ela trabalha os músculos externos, e são os músculos internos com quem a grávida deve se preocupar. Mesmo assim, caso a mãe já pratique e queira continuar a praticar essa atividade, não há problema. Ela só deve estar atenta, pois não se deve aumentar a carga nem repetições das séries durante esse período.

Quais outros benefícios da atividade física para a gestante?

Estudos também mostram que a manutenção da prática regular de exercícios físicos apresenta fatores protetores sobre a saúde mental e emocional da mulher durante e depois da gravidez. Além disso, existem dados sugestivos de que a prática de exercício físico durante a gravidez protege contra a depressão pós-parto.

Como praticar atividade física com segurança na gestação?

  • Evitar exercício em ambientes quentes/úmidos, especialmente durante o primeiro trimestre.
  • Evitar exercício isométrico ou prender a respiração durante o exercício.
  • Manter nutrição e hidratação adequadas – beber líquidos antes e após a atividade física.
  • Evitar exercício deitada de costas após 4 meses da gestação.
  • Evitar atividades que envolvam contato físico ou risco de queda.
  • Conhecer seus limites – gestação não é bom momento pra treinar para competições esportivas.
  • Conhecer as razões para parar o exercício e consultar um médico imediatamente se isso acontecer. Essas razões são: excessiva falta de ar, dor no peito, contrações uterinas dolorosas (6-8 por hora), sangramento vaginal, vazamento qualquer pela vagina, tontura ou desmaio etc.

VAMOS COMPARTILHAR?

COMENTÁRIOS