Política de Privacidade Como Anunciar
Filtrar por Semana de Gestação
Saúde do Bebê
Academia para bebês: quais os benefícios?

2 de julho de 2019

O objetivo das atividades é promover a saúde do pequeno, estimulando os aspectos físico, psicológico, cognitivo e social das crianças

Academia para bebês: quais os benefícios?

A ideia de academia para bebês pode parecer estranha, mas ao se conhecer os benefícios de atividades orientadas e focadas no desenvolvimento da criança, as aulas da Baby Gym ganham cada vez mais adeptos. O objetivo das atividades é promover a saúde do aluno, estimulando os aspectos físico, psicológico, cognitivo e social das crianças.

No aspecto físico, o bebê é estimulado a brincar de forma livre, perder o medo de certas coisas, além de poder ensaiar os primeiros passos. Já no psicológico, há sempre a participação dos pais, garantindo um reforço no vínculo afetivo. Além disso, há a preocupação com o convívio social, incentivando o respeito por colegas e professores.

Com o tempo, a evolução pode ser vista de forma clara, com destaque para a independência da criança. Alguns resistem no início, mas vão se encantando com o local cheiroso e colorido e se acostumam com a sala, os brinquedos e as brincadeiras. Os benefícios relatados pelos pais vão desde a sociabilidade da criança, passando a compartilhar seus brinquedos, até aspectos cognitivos e de sono, que se torna mais tranquilo e regular. As aulas são realizadas em grupos, com o uso de brinquedos e sons, podendo ser repetidas facilmente em casa, envolvendo a criança e toda a família. Confira:

Pitocos: 2 a 8 meses: desde seu nascimento, o bebê observa a reação das pessoas próximas. Quanto mais experiências afetivas, físicas, perceptivas e sociais, maior será o desenvolvimento de sua inteligência. Aqui a metodologia é baseada no vínculo afetivo com os pais, estimulando integralmente os sentidos do bebê.

Exploradores: 9 a 18 meses: um momento de muitas descobertas, no qual o equilíbrio, locomoção e coordenação motora se aperfeiçoam mais e mais. É aqui que o bebê começa a se socializar e interagir com o mundo. Para os exploradores, a proposta é cheia de atividades lúdicas e multissensoriais.

Artistas: 19 a 24 meses: a criança sai da fase bebê e passa a ter mais consciência de seus movimentos, sua fala e preferências. Exploram o ambiente e se mostram mais independentes. Para isso, as atividades são baseadas na resolução de problemas e participação em jogos educativos.

Gênios: 3 a 4 anos: fase em que o faz de conta está presente. Aqui, os nossos gênios aprendem a seguir regras e a dividir brinquedos. Começam a definir sua lateralidade, dando preferência aos membros do lado direito ou esquerdo. Programa baseado no trabalho em equipe e cooperação, sendo base para a iniciação no mundo pré-escolar.

VAMOS COMPARTILHAR?

COMENTÁRIOS