Política de Privacidade Como Anunciar
Filtrar por Semana de Gestação
Crescimento Infantil
8 dicas para escolher a melhor escola para seu filho

4 de dezembro de 2017

O que se vive na escola contribui para a formação do ser humano e, por isso, escolhê-la é tão difícil. Mas o Manual da Mamãe vai te ajudar nessa tarefa

8 dicas para escolher a melhor escola para seu filho

Estar seguro sobre a escolha do lugar onde os filhos passarão boa parte do dia adquirindo conhecimentos é muito importante. O que se vive na escola contribui para a formação do ser humano e, por isso, escolhê-la é tão difícil. Confira, a seguir, 8 dicas para te ajudar nessa tarefa:

1. Faça uma lista

Saiba exatamente o que você espera da escola. Elenque aquilo do que não abre mão, como espaço, profissionais qualificados, proximidade de casa, período integral, cursos extracurriculares etc.

2. Pesquise muito

Não há número mínino ou máximo de escolas que devem ser visitadas antes de fazer a escolha. Para alguns, pode acontecer logo de cara. A decisão final só deve ser tomada quando os pais se sentirem realmente seguros e confiantes.

3. Busque referências

Aproveite a hora de saída ou entrada das crianças para conhecer pais de alunos da instituição. Converse com eles sobre questões básicas como alimentação, rotina, método de ensino…

4. Leve a criança

Se você já eliminou diversas opções e ainda está em dúvida entre duas ou três escolas, leve seu filho para visitá-las. Quando a criança vai ao colégio, os pais percebem se ela simpatiza com o ambiente e o tratamento dos profissionais com ela.

5. Observe a infraestrutura

Os pais devem estar atentos à limpeza do ambiente, observar se existe um local adequado para brincadeiras e se as salas de aulas são bem-arejadas. Se na escola tiver refeitório, é importante estar atento à higienização.

6. Localização

Escolha um local de fácil acesso, próximo à casa ou ao trabalho. A criança deve saber onde ela está para se sentir mais segura.

7. Proposta pedagógica

O modelo deve ser escolhido de acordo com os princípios de cada família. Algumas escolas seguem a linha mais tradicional, outras são mais construtivistas e há ainda as voltadas ao ensino religioso. O ideal é conversar com a coordenadora da escola para entender melhor qual é o modelo proposto.

8. Adaptação

Os pais precisam saber que nem todas as crianças reagem da mesma maneira. É possível que seu filho chore nos primeiros dias, mas na semana seguinte não queira sair da escola. Porém, se o pequeno sempre chora, não gosta do ambiente e acaba ficando deprimido ou agressivo, a melhor solução é procurar outra escola.

VAMOS COMPARTILHAR?

COMENTÁRIOS