Política de Privacidade Como Anunciar
Filtrar por Semana de Gestação
Crescimento Infantil
7 brincadeiras para driblar o tédio do final das férias

24 de julho de 2019

Elefante Colorido, Amarelinha, Caça ao Tesouro são outras sugestões para brincar sozinho, com amigos ou com a família

7 brincadeiras para driblar o tédio do final das férias

 As férias de julho já estão chegando ao fim. A euforia inicial já passou, e nessa reta final as crianças começam a ficar um pouco entediadas e inquietas, além de estarem ansiosas pelo retorno às aulas para reencontrar amigos e voltar à rotina. Para driblar essa impaciência, o jeito é colocar os pequenos para se movimentarem. Ainda dá para fazer muita coisa e aproveitar ao máximo esse tempo livre. A PlayKids, uma das líderes mundiais em conteúdo educativo, listou algumas brincadeiras tradicionais e cheias de nostalgia, para espantar o tédio e brincar sozinho, com a família ou com os amigos!

1. Vai ganhar se puder achar: Caça ao tesouro

Esconda um presente ou algum mimo em algum lugar “secreto” e comece a brincadeira com uma pista que levará à segunda e assim por diante. O número de pistas até chegar ao lugar certo vai depender da sua criatividade e da idade do pequeno, claro.

2. Gelo é cor? Elefante colorido

Essa brincadeira costumava acontecer em ruas pouco movimentadas ou mesmo no quintal de casa ou playground do condomínio, assim todos tinham espaço para brincar. Um participante era o escolhido para liderar e ficar na frente dos outros. Então ele deve gritar: “Elefante colorido”, e os outros respondem: “Que cor?”. O líder fala o nome de uma cor e os jogadores têm que correr para tocar em algo com aquela cor.

3. Craft da vida real: construir seu próprio brinquedo

Brincadeiras que envolvem cola, canetinha, papel colorido, fita adesiva e outros objetos sempre agradam as crianças. Elas amam explorar com as mãos e construir coisas, isso traz a sensação de autonomia e aumenta a autoestima delas. Com a série SuperHands, da PlayKids, vocês podem ver vídeos com passo a passo para a construção de brinquedos incríveis como um dinossauro de balão, lança confete ou labirinto de bolinha de gude.

4. Pegando fogo: Batata quente

Uma brincadeira rápida e divertida para fazer usando somente uma bola ou qualquer objeto que pareça com isso (pode ser até uma bolinha de papel). Os jogadores precisam formar um círculo, pode ser sentado ou em pé. No meio da roda deve ficar um jogador com os olhos fechados. Enquanto os jogadores passam a bola de mão em mão todos devem cantar: “Batata quente, quente, quente, quente…”. Até que a criança que está no meio grita quando quiser: “Queimou!”. E quem estiver com a bola na mão nessa hora será a próxima a ir para o meio da roda.

5. Tem que ser bom de encenação: Passa anel

Forme uma fila com as crianças lado a lado. Uma delas ficará na frente de todas com um anel na palma das mãos fechadas. Todos devem juntar as mãos, palmas com palmas. O passador passará suas mãos pelas mãos das outras crianças e deixará o anel com uma delas que deverá guardar o segredo. Então, o passador deve escolher alguém para adivinhar com quem está o anel, se ela acertar será a nova passadora, se errar sairá do jogo e o passador deve perguntar para outra criança até alguém acertar.

6. A hora da verdade: Você me conhece?

Esse jogo vai aproximar pais e filhos. Cada um pega cinco pedaços de papel e escreve uma frase sobre si e coloca seu nome, a frase pode ser verdadeira ou mentirosa. Depois todos devem juntar os papéis, o primeiro jogador pega um papel e lê a frase, ele deve dizer se aquilo é verdade ou mentira. Se acertar ganha um ponto, se errar deve pagar uma prenda (pode ser uma brincadeira como cantar, dançar ou contar uma piada). Depois, é a vez do jogador seguinte e assim por diante. Se você pegar o papel com seu nome, deve misturar no meio dos outros e pegar outro. Ganha quem acertar mais coisas sobre os outros membros da família!

7. Vamo pulá! Amarelinha

Com um giz desenhe na calçada ou asfalto um retângulo dividido em dez retângulos menores, essas são as casinhas cada uma numerada de 1 a 10. Na parte de cima, depois do 10, escreva “céu”. A primeira criança a jogar deve ficar parada antes do primeiro retângulo, de lá ela deve atirar uma pedrinha na primeira casinha (essa não poderá ser pisada). Depois, ela deve seguir pelos outros números, sem cair. Se cair ou pisar com os dois pés onde era para pisar só com um perde a vez e na próxima rodada terá que tentar o mesmo número de novo, até acertar. Depois de todas fazerem o mesmo, devem recomeçar, agora acertando a casinha de número 2 e assim por diante até chegar no céu. Quem chegar primeiro ganha!

Aqui tem mais ideias:

VAMOS COMPARTILHAR?

COMENTÁRIOS