Política de Privacidade Como Anunciar
Filtrar por Semana de Gestação
Saúde da Mamãe
5 passos para prevenir um parto prematuro

23 de junho de 2017

5 passos para prevenir um parto prematuro

Inúmeros fatores contribuem para um parto prematuro. Alguns deles nem dependem da mamãe, mas algumas atitudes são capazes de reduzir o risco de o bebê chegar antes da hora, segundo o Instituto Nacional de Saúde, nos Estados Unidos. Confira:

1. Mantenha uma dieta equilibrada e nutritiva
Inclua nutrientes variados no cardápio e siga uma alimentação rica em frutas e fibras. Por outro lado, fique cada vez mais longe das fontes de gordura saturada e de colesterol.

Clique aqui e saiba como comer bem na gestação.

2. Faça exercícios físicos
A atividade física ao longo da gestação beneficia o bebê e favorece o trabalho de parto por fortalecer a musculatura do assoalho pélvico, entre outras vantagens. Sem falar que ajuda o corpo da mãe a voltar à forma mais rápido depois do nascimento do bebê. Mas atenção: a autorização e o acompanhamento do médico são imprescindíveis.

Conheça aqui as modalidades mais indicadas para as gestantes.

3. Não consuma bebidas alcoólicas
O consumo de bebidas alcoólicas durante a gestação pode ter efeitos bastante nocivos para a criança, incluindo retardo mental, dificuldades de aprendizagem, defeitos na face e problemas de desenvolvimento. Isso acontece porque a substância chega ao feto na mesma concentração presente no sangue da mãe, só que o organismo do pequeno demora mais para eliminá-la. A mesma recomendação vale para o cigarro e os medicamentos em geral.

Já se preparou para o parto? Clique aqui e veja detalhes importantes!

4. Vitamina B12 e ácido fólico
Presente em laticínios, carnes magras, ovos e cereais, esse nutriente é responsável pelo desenvolvimento do sistema nervoso e dos glóbulos vermelhos do pequeno. Um estudo recente do próprio Instituto Nacional de Saúde, nos Estados Unidos, constatou ainda que a substância pode evitar problemas na formação do feto. Pergunte a seu médico se a dosagem da vitamina está garantida na sua dieta. O ácido fólico, por sua vez, é essencial para proteger o bebê de malformações e danos no sistema nervoso. Uma pesquisa da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, provou ainda a sua eficiência contra o parto prematuro. A recomendação é que se consuma a substância até mesmo antes da gravidez.

Conheça outras suplementações importantes para as gestantes clicando aqui.

5. Pré-natal
Uma dica óbvia, mas que sempre deve ser ressaltada. Há mulheres que deixam para procurar um obstetra quando a gravidez já está em andamento. Na verdade, deveriam tomar esse tipo de atitude logo ao saber da gestação. Quanto mais cedo o pré-natal for iniciado, melhor para a mãe e para o desenvolvimento do feto. Com o acompanhamento do especialista, doenças, infecções e outras disfunções serão tratadas precocemente.

Entenda a importância do pré-natal aqui.

 

Acompanhe o canal do Manual da Mamãe no YouTube para saber tudo sobre gravidez e maternidade! 

 

 

VAMOS COMPARTILHAR?

COMENTÁRIOS